Facilities em Campo

RL Higiene leva reunião do Grupas à Allianz Arena e escala especialistas para responder à pergunta: como reduzir custos em tempos de crise?

Numa manhã do fim do ano de 1989, uma visita inusitada aconteceu à primeira sede da RL Higiene. Era o então novato treinador Emerson Leão que estava à procura do fundador da RL, Sérgio Vacaro. Ele queria pedir emprestados os campos de futebol do clube que presidia para a realização da pré-temporada do Palmeiras. O pedido foi aceito. Passados 25 anos, foi a vez da RL Higiene procurar território alviverde. O motivo era a realização de mais um evento do GRUPAS – Grupo de Gestores de Facilities, entidade que completou 30 anos e tem como objetivo promover a troca de conhecimento e de boas práticas entre os profissionais de facilities.

Se no ano passado o governo participou do evento através da Vice-Prefeita de São Paulo, Nadia Campeão – que, às vésperas da Copa do Mundo e no auge da excitação que a antecedeu, detalhou o funcionamento da cidade durante o evento -, desta vez ele teve apenas um papel: o de vilão. Ou melhor: o de principal responsável pela crise que assola o país. Assim, a conversa da edição deste ano não poderia fugir disso. Por isso os debates giraram em torno do tema A crise econômica e o Facilities Manager – Como reduzir custos de maneira inteligente. Para enriquecer a discussão, seis profissionais de facilities que foram convidados a falar. Todos eles foram recentemente reconhecidos por histórias de sucesso em seus setores. Um grupo bastante heterogêneo entre si, com algo em comum. Todos encontraram maneiras inteligentes de driblar a crise.

Encontro do Grupas na Allianz Arena

O evento

O presidente do GRUPAS, Bernardino Costa, deu boas-vindas aos convidados. Ressaltando a grandeza do evento, que pela primeira vez acontecia em um estádio, passou a palavra para Eduardo Rigotto, facility da Allianz Arena. O profissional fez as honras da casa ao dar o real significado do nome “multiuso” atribuído a ela. A versatilidade dos eventos, que vão de festas de gamers até jogos de futebol, passando por mega shows e reuniões, exige uma infraestrutura e capacidade de organização que só a Allianz tem no Brasil hoje.

Antes dos painéis, Ricardo Vacaro, diretor da RL Higiene introduziu o conceito de Valor da Limpeza. Vacaro também mostrou que saúde e produtividade estão diretamente ligadas à higiene e limpeza. Os painéis foram curtos para privilegiar o debate. Ligia Soares, da Pfizer Brasil, deu a receita de como recriou o restaurante da unidade de Itapevi. Hoje a unidade atende todos os níveis da companhia, com excelência e aprovação de 99,9% dos frequentadores. E melhor: isso tudo sem impacto no custo.

Cases de sucesso

Reduzir 56% do seu consumo de água é coisa para poucos. Vladimir de Almeida encantou os espectadores contando como conseguiu esse feito na unidade da CESVI Mapfre, onde é responsável por facilities. Por sua vez, Gabriel Lenzi deu números grandes ao debate. Ele apresentou o método utilizado para economizar R$6 milhões na sua área de facilities. O feito foi atingido com mudanças nos processos das gestões financeira e operacional.

O tema higiene e limpeza também apareceu. Luís Henrique Cotrim revelou como a parceria entre o Instituto Mauá de Tecnologia e a RL Higiene priorizou produtos de alta performance aliados a práticas de consumo consciente. Com isso, o instituto economizou 47,5% no orçamento de higiene e limpeza do seu campus principal, em São Caetano do Sul. Seguindo a mesma receita, Priscila Paixão, da Adidas, mostrou aos colegas de profissão que seu escritório, em Barueri, cortou pela metade o número de folhas utilizadas por pessoa. O número foi atingido após a implantação da solução da RL Higiene, sendo esse um dos motivos para a economia financeira de 17% com higiene pessoal.

Em ambos os casos, a diminuição do consumo de papel levou a uma redução do impacto ambiental. Foi possível calcular o número de árvores que deixaram de ser cortadas, a quantidade de energia economizada e de gases de efeito estufa que não foram emitidos.

Opiniões e entrevistas

Andréa Vaine, presidente do GAS – Grupo de Administradores de Serviços – também abordou as operações de limpeza e conservação de ambiente. Seu case junto ao Hospital Israelita Albert Einstein teve como principais fundamentos a atenção aos mínimos detalhes e a busca por tecnologia e capacitação de pessoas fazendo com que ela projetasse uma redução agressiva de custos através uso da tecnologia e mudança dos processos.

Entrevistado depois do evento, Ricardo Vacaro se mostrou satisfeito. “Além de ficarmos muito satisfeitos com a presença maciça do público de quase 200 pessoas, o ponto alto, foi de fato, a altíssima qualidade das apresentações. Elas mostraram até mais do que o tema do evento prometia, ou seja, além de reduções inteligentes de custos, os cases se mostraram geradores de valor para as suas organizações”. Já Bernardino Costa exaltou a parceria com a RL. “Um dos aspectos fundamentais que contribuíram para o GRUPAS chegar onde chegou é o apoio e confiança com o qual nossos parceiros têm nos distinguido. E assim é com a RL Higiene, onde nossa parceria é definida como uma cumplicidade focada no sucesso de nossas reuniões”.

Confira fotos do encontro do Grupas no Allianz Arena

Encontro do Grupas na Allianz Arena

Encontro do Grupas na Allianz Arena

Encontro do Grupas na Allianz Arena

Encontro do Grupas na Allianz Arena

Encontro do Grupas na Allianz Arena

Encontro do Grupas na Allianz Arena

Encontro do Grupas na Allianz Arena


Por |2018-08-09T16:51:03-03:0017/08/2016|Notícias|0 Comentários
Ir ao Topo