Como Reduzir Custos na Operação de Limpeza?

Propostas da ISSA vão de encontro a práticas da RL para reduzir custos sem abrir mão de uma limpeza sustentável de alta performance. Confira! 

A ISSA,Associação Mundial da Indústria de Limpeza, publicou o artigo “11 maneiras de reduzir custos na operação de limpeza”. O autor, Mike Schaffer, destaca que embora algumas medidas necessitem de investimento e tempo para serem implantas, a longo prazo elas ajudarão a aumentar o lucro e a reduzir custos de operação.

Algumas ideias propostas pelo autor coincidem com práticas da RL Higiene. Boa parte delas são consideradas indispensáveis para uma limpeza sustentável e de alta performance. Veja algumas deles a seguir!

Treinamento de funcionários

Um treinamento apropriado tanto para novos colaboradores como para os mais antigos mantém ambos atualizados. Dessa forma, eles estão sempre cientes dos mais corretos e eficientes métodos de limpeza. Além disso, também se familiarizam com as ferramentas mais modernas. A RL realiza treinamentos constantes, capacitando pessoas e transmitindo conhecimento sobre práticas eficientes e sustentáveis, também garantindo a segurança de quem opera a limpeza.

Utilize sistemas de diluição automática

O objetivo de um diluidor automático é misturar de maneira precisa o químico com a água, assim evitando desperdício. Portanto, recentemente a RL trouxe para o mercado brasileiro o H331, um detergente com novas possibilidades de diluição.

Trabalhe em parceria com seu distribuidor

Em uma parceria inteligente, as duas partes compartilham as melhores práticas para tornar a limpeza mais eficiente, com um baixo custo. O parceiro ideal irá propor uma solução total de higiene e limpeza adequada à necessidade do cliente. Assim, ele faz com que se compre apenas o necessário. Com isso, evita-se o desperdício de produto e dinheiro.

No eBook A Evolução da Limpeza você encontra mais dicas sobre como diminuir os custos nas operações. Preencha o formulário abaixo e receba gratuitamente!

Por |2020-10-13T10:02:25-03:0017/04/2014|Conscientização, Higiene e Limpeza|0 Comentários
Ir ao Topo